Como manter o legado de Marielle vivo



Marielle, Marielle Franco. Mulher, Preta, favelada, feminista, mãe, lésbica, socióloga, deputada e com mestrado em Administração Pública. Preparadíssima pra ocupar um cargo público por vivência e títulos. Com experiência no que vivia, sabia exatamente como trabalhar na politica.
.
No dia 14/03/2018 foi assassinada em um atentado ao carro onde estava, 13 tiros atingiram o veículo, matando também o motorista Anderson Pedro Gomes. Mas o assassino não esperava que tentando enterrar a voz dela, iria nascer ali outras milhares Marielle


Representatividade importa, e Marielle representava (e muito).

Marielle era portadora de diversas vozes que não era ouvida, Marielle não se calava, Marielle Lutava e agora chegou a nossa vez de lutar. Era relatora da Comissão que acompanha a intervenção federal e dias antes do seu assassinato denunciou os abusos praticados pela Polícia Militar.

Trabalhou em organizações da sociedade civil como a Brasil Foundation e o Centro de Ações Solidárias da Maré (Ceasm). Coordenou a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), ao lado de Marcelo Freixo

Iniciou sua militância em direitos humanos após ingressar no pré-vestibular comunitário e perder uma amiga, vítima de bala perdida, num tiroteio entre policiais e traficantes no Complexo da Maré.

Uma mulher com voz é, por definição uma mulher forte. (Melinda Gates)

Reprodução (filme coisa mais linda)


Chegamos em um ponto que entendemos aquelas mulheres que não gosta muito de politica e se você for uma dela, fique tranquila que politica assim ninguém gosta. Mas não concordamos com o que está acontecendo e é por conta disso que convido você a participar, a estudar, e falar sobre os seus pontos.

Somos a maioria, e é nossa obrigação torna a mesa mais representativa, mas com a voz do povo. Temos muitas bancadas, bancada do boi, bancada ruralista, bancada evangélica, bancada da Fetranspor.

Cade a bancada feminista? Bancada LGBT? Bancada dos Negros? Somos nós que fazemos a população, somos nós que somos o povo e porque não estamos sendo representados?


Esta na hora de falarmos mais de politica, com amigas, grupos, whatsapp, instagram, facebook e twitter. Onde você estiver voz fale, não se cale mais! Lembra que falamos que empoderaramento também é conhecimento ? Então se empodere.

A verdade te libertará, mas primeiro ela vai te enfurecer (Gloria Steinem)

Ocupamos apenas 4% porcentos de cargos políticos sendo que somos 52% da população. Nossa opinião não é considerada nas tomadas de decisão sobre economia, uso do dinheiro público, educação ou saúde. Mas precisa ser.

Marielle ensinou que nunca estamos só.




Ela lutava para a conscientização da mulher não somente na politica, mas em outros fatores dentro da nossa sociedade e precisamos dar sim um andamento nessa causa. Mulheres que conhece os seus direito luta por eles!

 ocupar a política é fundamental para reduzir as desigualdades que nos cercam

E esse é a maneira mais sincera que podemos manter o legado de Marielle, conhecendo e lutando por nossos direitos e se empoderando todos os dias. 

Conheça você também os projetos de #MarielleVive no site dela e participe você também se inscrevendo nos E-mail e compartilhando projetos de leis, e outros assuntos.

#MarielleVive

13 comentários

  1. Confesso que não sei muito sobre a Marielle, sou bem desligada das coisas ultimamente rs mas eu adorei a sua postagem e de saber um pouquinho sobre ela. Concordo com você, devemos lutar por nossos direitos sempre, assim manteremos o legado que ela deixou <3

    https://itslizzie.space/

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    Post muito instrutivo! Marielle foi uma grande perda para o país. Mas sua luta continua na voz de muitas outras mulheres. Espero que quem cometeu esse crime pague pelo que fez. E espero que um dia esse quadro onde mulheres não tem representatividade na política, e apesar de maioria, são minoria, mude.
    Beeijooo!!!

    Grazy Carneiro
    Meus Antídotos

    ResponderExcluir
  3. Um símbolo de luta! Jamais morrerá!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  4. Wow, this looks amazing!!
    Happy Easter ♥
    Hugs!!
    LIANA LAURIE

    ResponderExcluir
  5. Menina, que post necessário :D
    Estou espalhando o link nas minhas redes sociais. :)
    Marielle, presente sempre!

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
  6. que post MARAVILHOSO! com nossa realidade atual de governo nao podemos abaixar a cabeça e lutar sim pelas minorias, manter o legado dela e de tantos outros que morrem com a violencia vivos

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  7. Eu fiquei muito triste com o que aconteceu aqui em Minas com os tapetes que homenageavam a Marielle. É necessário ter em mente que apesar dos obstáculos a luta não pode parar. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
  8. Eu não a conhecia até acontecer o ocorrido, mas realmente foi uma perda muito grande para todos nós.
    Vou entrar no site e conhecer mais dos projetos dela.

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  9. Só fui conhecer a Marielle após a morte dela. Ela devia ter sido conhecida em vida e apoiada por todos, pelo trabalho e representatividade.
    Precisamos que as mulheres se unam mais e lutem por causa ao seu favor, é tão triste quando vejo pessoas dizendo tipo 'eu não preciso do feminismo' ou 'lugar de mulher não é na política'.
    beijos
    lolamantovani.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia ela até o ocorrido caso.
    Vou conhecer o projeto, ótima iniciativa.
    Beijos

    www.byglamour.com

    ResponderExcluir
  11. Acharam que iriam calar a voz dela, mas acabaram espalhando-a e aumentando sua luta!

    Com amor, ♥ Bruna Morgan

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Confesso que não conhecia a Marielle até o infeliz atentado, mas é como você disse: tentaram calar a voz dela e deram voz para muitas. Sempre achei política uma coisa odiosa, e ainda hoje acredito que eu não me envolveria ativamente, mas entendi que todos nós fazemos política, todos somos parte disso.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir

Eu sei que essa mensagem é automatica, mas sou eu que estou escrevendo ❤️. Te peço desde já que esbanje amor na hora de comentar, que seja para construir e não derrubar ❤️❤️

Respeite as outras pessoas, e se amem ❤️